Com a posse de Dom Sérgio em Salvador, a Arquidiocese de Brasília se torna vacante

| Com a posse em Salvador, Dom Sérgio deixa de ser Arcebispo na Arquidiocese de Brasília, e a sede Arquidiocesana se torna vacante (cf. Cân 418, § 1). A partir daí, Dom José  Aparecido vai assumir o governo interino da Arquidiocese e convocar “sem demora o Colégio competente para eleger o Administrador diocesano”, a menos que “a Santa Sé haja providenciado de outro modo” (em força do disposto no cân. 419, compete ao Bispo Auxiliar antiquior por nomeação assumir).

A normativa canônica estabelece que o prazo inderrogável para a eleição do Administrador diocesano é de oito dias a contar da notícia da vacância (cf. can. 421). Para a eleição, só pode se assumir para o múnus de Administrador diocesano o sacerdote que tenha completado trinta e cinco anos de idade e não tenha sido já eleito, nomeado ou apresentado para a mesma sé, que se encontra vaga (cf. can. 425).

O Colégio dos Consultores se reúne nesta segunda-feira, dia 8 de junho, para escolher o Administrador Diocesano que assumirá a missão do governo pastoral da Arquidiocese até à posse do novo Arcebispo.

 

Fonte: https://arqbrasilia.com.br/com-a-posse-de-dom-sergio-em-salvador-a-sede-arquidiocesana-de-brasilia-se-torna-vacante/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked (required)

Newsletter Sign Up